Depois que você conhece o universo do café especial, o próximo passo é aprender sobre os métodos de preparo.

Entender sobre o café especial é ter autonomia para fazer escolhas a partir da compreensão do processo de produção e do seu próprio paladar. Caso você não saiba o que é café especial, aproveite para conhecer um pouquinho mais desse universo aqui.

 

O preparo do café especial é tão importante quanto a escolha do grão, e interfere diretamente no resultado final da bebida. Por exemplo, um mesmo grão pode apresentar características finais diferentes se preparado em dois métodos distintos. Você não precisa se tornar um barista especializado, mas é importante que conheça alguns truques básicos para ter uma ótima experiência preparando o seu café especial em casa.

 

Neste post você vai saber como preparar o café especial, e conhecer algumas dicas que podem ser usadas em qualquer método de preparo. Também fizemos um passo a passo do preparo na Hario V60 e na Prensa Francesa. Coloque a água para esquentar. Vamos preparar um café juntos?

Tenha um celular com cronômetro em mãos. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Tenha um celular com cronômetro em mãos. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Dicas gerais

  • Cada método de preparo tem uma moagem indicada. Informe o método que você vai usar para o seu fornecedor de café especial para que ele já faça a moagem adequada do grão, ou para que passe as orientações para que você possa moer em casa corretamente.
  • Para iniciar o preparo, a água não pode estar em ebulição (100ºC). A temperatura ideal é cerca de 96°C – quando as bolhinhas começam a se formar na parede da chaleira. Uma dica simples para preparar o café em casa é deixar a água ferver e aguardar 30 segundos para a fazer a primeira queda de água.
  • A melhor água para preparar o café especial é a água filtrada.
  • Quando for preparar o café especial com métodos que tenham filtro de papel ou de pano, o ideal é escaldar o filtro com água antes. Além de remover o gosto, o cheiro e a goma do papel, aproveitamos para aquecer o filtro e também o recipiente que vai receber o café posteriormente.
  • O tempo de espera nos preparos do café especial é bem importante. Use o cronômetro do seu celular para controlar o tempo de forma correta.

Agora que você já conhece algumas dicas de ouro, que tal escolher o método de preparo?

Café especial filtrado na Hario V60

A Hario V60 é um método japonês e se parece o coador Melita tradicional que conhecemos, mas tem a estrutura um pouco diferente. As paredes internas tem linhas espirais e a base do coador tem uma abertura grande, que permite que a velocidade seja controlada. Isso faz com que o café absorva a água somente durante o tempo necessário, e resulta em uma bebida limpa e saborosa.

 

Algumas coisas que você precisa saber:

  • É possível encontrar a V60 nos seguintes materiais: cerâmica, plástico, metal e vidro. Aqui nós usamos um de plástico.
  • A Hario V60 tem um filtro de papel especial, não é o mesmo modelo que encontramos disponíveis nos mercados.
  • Existem dois tamanhos de Hario V60: O tamanho 01 (que usamos aqui) é ideal para uma caneca grande individual. O tamanho 02 prepara até 5 xícaras de 130ml cada.

Se você não tem uma Hario V60 em casa, pode começar preparando o seu café especial em um coador Melita comum, ou um coador de pano. Siga os mesmos passos a seguir.

 

Passo 01: Escalde o filtro de papel, descarte a água e coloque o café.

Café especial filtrado na Hario V60. Nas cafeterias especializadas são usadas balanças especiais para pesar a proporção exata água/café. Para quem vai preparar em casa, uma medida que sempre dá certo é 1 colher sopa de café para 1 xícara 200ml de água.. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Hario V60. Nas cafeterias especializadas são usadas balanças especiais para pesar a proporção exata água/café. Para quem vai preparar em casa, uma medida que sempre dá certo é 1 colher sopa de café para 1 xícara 200ml de água. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

 

Passo 02: Realize a primeira queda de água.

Café especial filtrado na Hario V60. Essa primeira queda serve somente para umedecer o pó de café. Aguarde aproximadamente 30 segundos para a próxima queda. Isto permite que o café seja hidratado e comece a desenvolver sabor e aroma. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Hario V60. Essa primeira queda serve somente para umedecer o pó de café. Aguarde aproximadamente 30 segundos para a próxima queda. Isto permite que o café seja hidratado e comece a desenvolver sabor e aroma. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

 

Passo 03: Realize a segunda queda de água.

Café especial filtrado na Hario V60. O ideal é que essa segunda queda de água seja feita com movimentos circulares, quase até a boca do filtro, para criar uma parede de pó de café no filtro. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Hario V60. O ideal é que essa segunda queda de água seja feita com movimentos circulares, quase até a boca do filtro, para criar uma parede de pó de café. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

 

Passo 04: Realize as próximas quedas de água

Café especial filtrado na Hario V60. Nas próximas quedas mire bem no meio do coador - isso evita que você destrua a parede de pó que foi formada em volta do filtro. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Hario V60. Nas próximas quedas mire bem no meio do coador – isso evita que você destrua a parede de pó que foi formada em volta do filtro. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Prensa Francesa

Café especial filtrado na prensa francesa. A prensa francesa (também chamada de French Press), como o próprio nome diz, foi criada na França. É é um clássico método de imersão! A prensa francesa é feita em vidro e metal, e o filtro é uma malha metálica. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na prensa francesa. A prensa francesa (também chamada de French Press), como o próprio nome diz, foi criada na França. É é um clássico método de imersão! A prensa francesa é feita em vidro e metal, e o filtro é uma malha metálica. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Algumas coisas que você precisa saber:

  • A água quente é misturada diretamente ao pó de café, e por isso não é necessário nenhum outro tipo de filtro de papel ou de pano.
  • Para o pó de café não passar pelo filtro, a moagem deve ser um pouco mais grossa.

Passo 01: Escalde a prensa francesa, descarte a água e coloque o café.

Proporção café moído/água = iniciar com 1:10 = 1 grama de café moído para 10ml de água. Ou seja, 10g de café para 100ml de água.

Com o tempo você vai conhecer sua preferência e criar a sua própria proporção.

 

Passo 02: Realize a primeira queda de água.

Café especial filtrado na Prensa Francesa. A primeira queda, assim como no método Hario V60, serve somente para umedecer o pó de café. Garanta que você tenha molhado todo o pó e aguarde aproximadamente 30 segundos até a segunda queda. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Prensa Francesa. A primeira queda, assim como no método Hario V60, serve somente para umedecer o pó de café. Garanta que você tenha molhado todo o pó e aguarde aproximadamente 30 segundos até a segunda queda. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Passo 03: Realize a queda do restante da água.

Café especial filtrado na Prensa Francesa. Após realizar a queda de água, coloque a tampa na prensa francesa com o êmbolo para cima. Aguarde aproximadamente dois minutos e meio. Depois disso o café começa a soltar amargor, então não é recomendado deixar mais do que quatro minutos. Se o grão estiver moído mais fino, o tempo de infusão deve ser reduzido - porque teremos ainda mais partículas em contato com a água. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Café especial filtrado na Prensa Francesa. Após realizar a queda de água, coloque a tampa na prensa francesa com o êmbolo para cima. Aguarde aproximadamente dois minutos e meio. Depois disso o café começa a soltar amargor, então não é recomendado deixar mais do que quatro minutos. Se o grão estiver moído mais fino, o tempo de infusão deve ser reduzido – porque teremos ainda mais partículas em contato com a água. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Passo 04: Empurre o êmbolo para baixo lentamente.

Café especial filtrado na Prensa Francesa. Empurre o êmbolo até que ele atinja o fundo do recipiente, prensando todo o pó do café. A bebida irá fluir para a parte de cima do filtro e estará pronta. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos..

Café especial filtrado na Prensa Francesa. Empurre o êmbolo até que ele atinja o fundo do recipiente, prensando todo o pó do café. A bebida irá fluir para a parte de cima do filtro e estará pronta. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

 

O ideal é servir a bebida logo depois que finalizar o preparo.

Confira aqui um vídeo do passo a passo do preparo do café na Prensa Francesa.

 

Outros métodos para preparo do café especial

Existem muitos outros métodos para preparar o café especial. Confira alguns bastante usados pelos apreciadores de cafés especiais:

Métodos de preparo do café especial, respectivamente: Chemex, Pressca e AeroPress. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Métodos de preparo do café especial, respectivamente: Chemex, Pressca e AeroPress. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Chemex: o método foi criado em 1941 por um químico alemão. É uma jarra de vidro bastante resistente a altas temperaturas, e não absorve resíduos, nem odores. O formato de ampulheta auxilia na manutenção da temperatura e serve de encaixe para o filtro. O colar de madeira isola o calor do café, permitindo que a bebida seja servida sem queimar as mãos. O filtro da Chemex é feito com um círculo de papel mais grosso, que absorve os óleos do café, e resulta em um café limpo e sem resíduos.

 

Pressca: uma cafeteira portátil criada e desenvolvida no Brasil. A Pressca possibilita preparar café em qualquer lugar, e beber diretamente do mesmo recipiente. A lógica de preparo é parecida com a Prensa Francesa, e você só vai precisar é o pó de café e água quente.

 

AeroPress: este método foi criado em 2005 por um americano. A AeroPress foi desenvolvida para extrair um café em pequena quantidade. A proposta é um método prático e rápido, que resulta em uma bebida encorpada e forte – semelhante a um espresso. O café fica pronto em cerca de um minuto, e a cafeteira se encaixa ao recipiente no qual será servido. O funcionamento é bem simples, e lembra a lógica de uma seringa.

 

Todos os preparos deste post foram preparados no Soul Cafés & Companhias, uma cafeteria especializada em cafés especiais com baristas que no ensinaram todos esses truques. Mas, é importante deixar claro que também é possível tomar um excelente café especial preparado em casa.

 

Conhecer mais sobre os métodos proporciona autonomia e possibilita que você faça do seu café especial uma experiência e, porque não, um ritual de cuidado e carinho para você mesmo e para as pessoas que você gosta. Bom café! 

 

O café especial já vem adoçado do pé, e não precisa necessariamente ser adoçado com açúcar ou adoçante. Isso permite que as notas sensoriais sejam percebidas e apreciadas com mais facilidade e intensidade. Entretanto, o paladar é algo particular e não é errado adoçar a bebida de acordo com a sua preferência. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

O café especial já vem adoçado do pé, e não precisa necessariamente ser adoçado com açúcar ou adoçante. Isso permite que as notas sensoriais sejam percebidas e apreciadas com mais facilidade e intensidade. Entretanto, o paladar é algo particular e não é errado adoçar a bebida de acordo com a sua preferência. Foto: Arquiteca Projetos Afetivos.

Veja mais